Rondônia

A gente precisava de mais tempo, disse advogado sobre troca na defesa

Com apresentaçao de novo advogado, juíza remarcou o júri de Bruno. Agora, Bruno, Bola e Dayanne serao julgados em 21 de janeiro de 2013.

Publicada em 07/01/2022 - 373 visualizações

por G1


Compartilhe
Compartilhar a notícia A gente precisava de mais tempo, disse advogado sobre troca na defesa  Compartilhar a notícia A gente precisava de mais tempo, disse advogado sobre troca na defesa  Compartilhar a notícia A gente precisava de mais tempo, disse advogado sobre troca na defesa

Link da Notícia:

A gente precisava de mais tempo, disse advogado sobre troca na defesa
O advogado Francisco Simim, que defende o goleiro Bruno no processo do desaparecimento e morte de Eliza Samudio, será substituído por Lucio Adolfo da Silva. A substituiçao foi aceita pela juíza Marixa Fabiane Rodrigues nesta quarta-feira (21), terceiro dia do júri popular, em Contagem. Segundo Simim, a mudança, que implicou no adiamento do júri do goleiro, foi uma estratégia. “É estratégia sim, porque a gente precisava de mais tempo para estudar o processo”, disse o advogado.\r\n\r\nDe acordo com Simim, o desmembramento valeu para “ganhar prazo, porque tem um habeas corpus para ser julgado”, se referindo ao pedido de soltura impetrado pela defesa do goleiro no Supremo Tribunal Federal (STF), e ainda nao julgado. Segundo o advogado, o novo defensor será o único representante de Bruno no plenário, a partir de hoje. Mas, nos bastidores, Simim disse que toda a equipe continua trabalhando pela defesa do goleiro.\r\n\r\nLucio Adolfo, disse em entrevista, na porta do fórum de Contagem, que nao conhece nada das 15 mil páginas que integram o processo, e que o prazo era necessário para a leitura dos autos. “Fui chamado para participar da defesa do Bruno hoje. Nao conhecia o processo. Pedi a juíza um prazo para que eu pudesse analisar a matéria junto com o doutor Tiago Lenoir e o doutor Francisco Simim. E vamos fazer isso”.\r\n\r\nO novo advogado contradisse Simim, ao afirmar que a substituiçao nao é uma estratégia da defesa. Absolutamente. Nao é uma estratégia, é uma necessidade. E disse ainda que a juíza foi muito compreensiva ao lhe conceder o prazo de dois meses para a leitura do processo. Vou me debruçar sobre o proceso. (...) O prazo é bom. Nao é manobra. Nao vou forçar um adiamento, completou.\r\n\r\nLucio Adolfo ainda se defendeu a respeito das várias trocas de advogados na defesa do goleiro, dizendo que precisamos respeitar o que é legal. Essa é uma estratégia legal de trabalho. Se beneficiar o Bruno, qual o problema? Voce acha que eu faria algo para prejudicá-lo? Acabei de falar com ele e ele está tranquilo, vai voltar para o presídio tranquilo. E completou. Voces acham, seriamente, que neste ambiente tenso, tumultuado, é possível fazer um julgamento justo?, questionou.


ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (69)9.8406-5272

Visitas: 29398
Usuários Online: 2
Copyright (c) 2022 - Arjore - A Associação Rondoniense de Jornais Eletrônicos, é uma instituição de direito privado com jurisdição em todo estado de Rondônia, fundada em 16 de Junho de 2012, sob forma de Associação Civil sem fins econômicos.
Converse conosco pelo Whatsapp!